sexta-feira, 5 de setembro de 2008

BERBICACHO IS BACK IN BUSINESS

Como seria de esperar, o smell não desapareceu. Aqui está o divino cheiro a alho no ar a lembrar que, sim é verdade, smells like Moldova.

Neste momento temos uma passageira aos gritos no aeroporto porque comprou um bilhete que nunca chegou a ser emitido, e aí reside a questão; por culpa de quem? Não sabemos. Quem o deveria ter emitido diz não ter recebido ordens para tal, quem deveria ter dado ordens, acha que não tinha que as ter dado pois estava subentendido que era para ser emitido. Cinco minutos antes do check inn fechar ainda eu tentava fazer com que fosse possivel emitir o bilhete. Mas... too late! A passageira ficou em terra e está histérica,

Em linguagem de agente de viagens a isto chama-se berbicacho! Esta palavra perseguiu-me nos meus primeiros anos de profissional de turismo. Havia muito tempo que não via um. Não tinha saudades. E ainda bem que este berbicacho não tem nada a ver comigo.

Voltarei certamente, ainda hoje para mais um episódio soviético.

Sem comentários: