quinta-feira, 18 de setembro de 2008

CSI MOLDAVIA

Afinal hoje continuei no aeroporto. Abri a loja às 7h30 e antes das 8 já tinha vendido dois bilhetes.
Tudo corria sobre rodas. O dia prometia. E de que maneira! Nem eu sabia!

A minha colega da sede, aquela que, quando lá estou trabalha mesmo ao meu lado, ligou-me perto das 11h, depois de eu já ter vendido mais 3 bilhetes, a dizer o seguinte;
- Sabes, é uma vergonha, foi aqui a policia e levaram o chefe.
- Tás a gozar - Disse eu
- Não, não está a gozar. Veio aqui dois homens mostraram os cartão, perguntaram pelo chefe e levaram num carro. Como há dois anos atrás. Só que até agora não sabemos nada. Já foi há meia hora- disse ela.
Oh meu Deus! Pensei que o iam enjaular de vez. Mas, como é do conhecimento comum, actualmente não prendem ninguém e o meu chefe não é nenhum assassino. Pelo menos que eu saiba. Portanto, passadas umas horas devolveram-nos o homem. Bem disposto, falou logo comigo e deu os parabéns a mim e à minha colega nova pelo excelente dia.

Ah, afinal já sei como ele tem o cartão do aeroporto. Não, o cartão não é falso. O registo criminal dele é que é. Porque, tive a confirmação, o homem tem mesmo cadastro. Oh meu Deus!

Foram mais de 5000 euros em vendas hoje. Um dia em cheio em todos os sentidos. Já lhe disse que o melhor era eu ficar ali para sempre. Não volto a insistir. Ele disse que ia pensar. À boa maneira moldava, daqui a um mês deve ter a decisão tomada. Se algum dia a tomar.


2 comentários:

Andreia do Flautim disse...

POde ser que fiques mesmo aí!

Mac Adame disse...

Precisamente por não ser nenhum assassino é que está sujeito a ser enjaulado.