sábado, 6 de setembro de 2008

MOMENTO DE REFLEXÃO

O meu chefe é um bom homem. Pode ser, de facto um vigarista;falsificador de documentos, burlão, inclusive suspeitamos, ( palavras da minha colega do lado) ,que foi ele que assaltou a loja de Faro há dois anos atrás. Coincidência ter acontecido precisamente uma semana depois de ter sido apanhado a falsificar cartas de condução aos pretos angolanos e eles lhe virem exigir o dinheiro de volta! Mas mesmo assim, todas as almas têm as suas virtudes e ele, comigo, já teve atitudes de verdadeira humanidade. Penso que ele, como todos nós, tenta apenas sobreviver o melhor possível, embora da pior forma.
Mas vejamos; se vocês, leitores homens, tivessem uma mulher como ele tem...tentariam a todo o custo manter tal criatura. E ela é, como se diz vulgarmente, um luxo caro. Passeia-se de Mercedes ultimo modelo. O desgraçado anda num carro de 1995. Veste-se caro, viaja, enfim....não sei se me entendem... Se bem que nós suspeitamos que ela tem rendimentos próprios. O dia a dia de sua alteza é passado em centros comerciais. Quer dizer, mesmo que os rendimentos sejam dela, ele também gosta de se manter ao nível.
Mas tenho que ser franca, embora esteja sempre de pé atrás com ele, pelo seu historial, tenho que confessar que gosto do homem. Sempre cumpriu tudo o que me prometeu. Já tentou por 2 vezes esticar-se e ver se conseguia, enfim, passar por cima das promessas feitas no inicio do contrato. Mas viu que não tinha sucesso e não insistiu. Tem sido correcto comigo. Apesar de tudo, gosto dele. Até me tem dado uma certa pena nos últimos tempos porque acho que anda triste por causa da dita cuja. Gosta mesmo dela, nota-se! Mas as coisas não devem andar bem.

Claro que preferia trabalhar numa agência normal, mas também, depois o que é que vocês liam? Onde iriam encontrar aventuras tão, digamos...diferentes?
E que seria de mim sem os samaliotes ( Aviões), os aftobusses ( autocarros), os doxantorse ( ida e volta) e os mamadusse ( só ida) ?

Então, caros leitores, dac vidanha, la rivederla!

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

BERBICACHO IS BACK IN BUSINESS

Como seria de esperar, o smell não desapareceu. Aqui está o divino cheiro a alho no ar a lembrar que, sim é verdade, smells like Moldova.

Neste momento temos uma passageira aos gritos no aeroporto porque comprou um bilhete que nunca chegou a ser emitido, e aí reside a questão; por culpa de quem? Não sabemos. Quem o deveria ter emitido diz não ter recebido ordens para tal, quem deveria ter dado ordens, acha que não tinha que as ter dado pois estava subentendido que era para ser emitido. Cinco minutos antes do check inn fechar ainda eu tentava fazer com que fosse possivel emitir o bilhete. Mas... too late! A passageira ficou em terra e está histérica,

Em linguagem de agente de viagens a isto chama-se berbicacho! Esta palavra perseguiu-me nos meus primeiros anos de profissional de turismo. Havia muito tempo que não via um. Não tinha saudades. E ainda bem que este berbicacho não tem nada a ver comigo.

Voltarei certamente, ainda hoje para mais um episódio soviético.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Smells Like Moldova

Fonix, que smell que vai aqui nesta agência!
Só mesmo pessoal de leste para entrar aqui e não reclamar deste cheiro.
Cheira a alho! Parece que alguém se quer livrar de vampiros.
Fui comprar ambientador para absorver este aroma, mas até agora não vi grandes resultados.
Hoje até foi dia da matrioska mais nova tomar banho! Pelo menos o cabelo está limpo. O cheiro não pode vir dela.
Se abro a porta não se pode com o barulho dos carros, se fecho a porta tenho que levar com o cheiro! Oh meus deuses!
Até me faz perder o apetite.
Só rezo para não entrarem aqui ciganos romenos, senão então é o fim da picada!

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

69

Ensinei à minha colega do lado o significado erótico do número 69 em varias partes do mundo. Acho inacreditável que a cortina de ferro tenha fechado as fronteiras até mesmo ao erotismo de um pobre número. Ela não estava a perceber. Eu disse-lhe: “não posso acreditar que tu não saibas o que é um 69!” E ela com aquele ar inocente, parecia mesmo uma miuda de 6 anos, “não!!!!” Então tive que ir ao pé dela com um bloquinho desenhar um 69 e dizer:” Agora vais imaginar que estás na cama com o teu marido e que ele é o 6. A bolinha do 6 e do 9 são as vossas cabeças. Ah, e estão nus! “ Aí ela entendeu! Depois disse-me “ Tu só tens coisas dessas na cabeça! Tens problemas com coisas dessas? “ E eu respondi; “Não, não tenho problemas, mas dá-me gozo falar de coisas destas”

Realmente, o comunismo é do caraças!

terça-feira, 2 de setembro de 2008

O STRESS DO TÉDIO

Caros amigos, aqui pelo leste tudo calmo, calmo calmo.
Poder-se-ia dizer calmo até demais.
Para uma criatura como eu, habituada ao stress das agências europeias, onde cada minuto contava, isto é tipo uma aula de yoga; mexe-me com os nervos!
O meu chefe já me disse outro dia que eu precisava de praticar uma modalidade oriental porque sou muito ansiosa e stressada. Mas não consigo. Fiz uma aula de yoga uma vez e aquilo deu cabo de mim. Estar ali uma hora a fazer movimentos em câmara lenta enquanto o meu cérebro andava a mil à hora, foi o fim da picada. Saí de lá num estado de nervos insuportavel. Só pensava que não tinha queimado calorias, que estava mais stressada do que tinha entrado e que tinha deitado dinheiro fora. Nunca mais!
E então aqui estou eu agora, stressadissima porque hoje ainda não vendi nada. Ainda não fiz nada e não vejo perspectivas disto melhorar.
As fotos da net da mulher do chefe já chegaram ao Algarve e já foram vistas pela minha colega de lá. Cusca como eu, ela diz que a mulher só pode ser do ataque.

A minha comadre organizou este fim de semana uma despedida de solteiro com as meninas dela. Ofereceram-lhe a ela, 500 Eur por uma queca. Digamos que faz bem ao ego! Com tanta gaja boa que ela tem, ali todas 86, 60, 86, grandes pares de mamas, com tudo no sitio, vão oferecer-lhe a ela, mulher comum, 500 Eur por uma queca! Não aceitou. Diz que reconsideraria se fosse um gajo bom, portanto não devia ser.

E assim se navega à deriva!