sexta-feira, 10 de outubro de 2008

BRASILEIROS

A semana passada vendemos aqui 4 bilhetes para o Brasil com a Iberia. Passada uma semana aparecem cá os passageiros a dizer que afinal já não podiam ir e que precisavam de ter o dinheiro de volta. Ora, sendo uma tarifa quase low cost para o Brasil, não tinha o reembolso na totalidade. Tinham, da parte da Iberia um penalty de 140 Eur, e da nossa, 40 Eur ( a nossa taxa de emissão) por pessoa. A minha colega explicou aos clientes que, concerteza teriam o reembolso dentro destas condições, mas que teriamos que aguardar que a Iberia nos reembolsasse a nós para, posteriormente, os reembolsarmos a eles. Acontece que os clientes queriam o reembolso na hora e disseram que tinham ido à Iberia e que lhes tiinha sido informado que nós teriamos que os reembolsar imediatamente. Isto é pura mentira! As companhias aéreas entalam os agentes de viagens de uma maneira vergonhosa. Em vez de nos apoiarem porque têm em nós um parceiro forte, não senhor. Fazem de tudo para nos denegrir a imagem! É inadmissivel! Nos velhos tempos em que as agências de viagens tinham 9% de comissão em cada bilhete, não se ouvia falar em falências de companhias aéreas.Será que já se deram conta disto?
Ora bem, depois deste falatório todo passaram 2 dias. Os brazucas apareceram cá ontem. Surpresa das surpresas; tinham ido fazer queixa de nós à ANA ( administração do aeroporto), e vinham cá pedir o reembolso novamente. Precisavam do dinheiro já! Estavam em grandes dificuldades. Tendo em conta isto, demos-lhes um cartão da nossa agência, ligámos ao nosso chefe e mandámos os senhores à nossa sede para levantarem o dinheiro,uma vez que nós não tinhamos 2000 Eur em caixa. Passada uma hora aparece a mulher. Disse que o marido estava naquele momento a fazer queixa de nós na policia, dizendo que não lhes queriamos dar o dinheiro. Isto tem lógica? Fonix ! Até me passei! Daí a nada aparece o homem com dois policias. Nós dissemos aos policias que nunca lhes tinhamos dito que não devolviamos o dinheiro, que eles só ainda não estavam na sede da nossa agência, não sabiamos bem porquê. Enfim, encurtando a história; devolvi 700 Eur ao homem ali na altura e mandei-o, mais uma vez, à nossa sede para receber o resto. Durante este periodo um dos policias segredou-me ao ouvido ( nós vamos andando. Algum problema a nossa extenção é a 20...)
Os policias viram logo que aquele pessoal não era bom da cabeça. O homem tinha ar de assaltante de bancos, a mulher só se lamentava "O meu filho tá no hospital, não temos dinheiro nem para a gasolina" Enfim, um filme.
A parte cómica da situação foi quando o homem nos disse "Eu liguei lá na vossa sede e atendeu uma talibã que nem português falava". Era a nossa matrioska mais nova. Tadinha! Quando lhe disse no skype, que o brazuca lhe tinha chamado talibã ela respondeu: "ele disse ao chefe que telefono para aqui na agencia e que o agente respondeu mal, quer diser EU. mas oje nium brazileiro falo com migo"
Tadinha! O estupido do homem deve ter ligado para lá, ela atendeu com o seu habitual "Alô Bona Ziua" e o idiota desligou sem dizer nada.
Quando tudo acabou, recebi um telefonema do meu chefe " Então, como acabou tudo? A policia o que fez?" Ora bem, a grande preocupação do meu boss era exactamente, a policia!
E foi assim o grande acontecimento desta semana.
Sempre em grande!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

GREGOS

Até agora as minhas colegas vinham trabalhar ao Domingo e vendiam, no máximo 1 bilhete. Eu não sei! Só a mim! Vim eu trabalhar este Domingo, preparada com um livro e revistas para passar melhor a seca que ia levar e...vendi 10... sim 10.... bilhetes. Tudo entre as 9 e as 13 da tarde. Faziam fila. Foi um inferno! Eu não sei! Será que sou eu que atraio os clientes? Eles vêm-me ao longe e pensam logo " Tá-me mesmo a apetecer comprar um bilhete!" Deve ser! Já no Sábado, outro dia chato por natureza, fiz 4000 Eur de vendas! Fonix! Até me passei! Devo ser eu que tenho cara de bilheteira!
Ainda por cima levei a manhã inteira com um grego que só falava grego, nem inglês nem nada. E só tinha 320 Eur para bazar de Portugal para a Grécia. Vi-me grega para o entender e mais grega ainda para me livrar dele.

Ah mas ainda deu para reparar nas lindas calças aos quadradinhos azuis e verdes do vizinho da frente. Lindo! Afuniladas em baixo. E camisa amarela. UAU! Mas onde é que nós estamos? Em que planeta? Começo a achar que devia ser obrigatório usar farda no aerooporto.