quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

RECORDAÇÕES DE NATAIS MAIS LEVES




Para quem tem menos de 25 anos, provavelmente este video não signifca nada.
Para mim, é a recordação de um tempo em que a vida me pesava menos. Não havia a prestação da casa, a ginástica que tenho que fazer para o ordenado chegar ao final do mês, o jogo de cintura que tenho que fazer para o cabrão do moldavo me pagar o subsidio de Natal....e o de férias.

Não havia a idade que já pesa nos meus pais, a consciência de que posso ficar sem eles dentro de menos tempo do que gostaria. Olho-me ao espelho e parece que o tempo não passou assim tanto, mas quando olho para eles...custa-me a crer que há bem pouco tempo, estavam aí cheios de vitalidade, a repreender-me pelas merdas que fazia. Custa pensar que, se calhar no ano que vem, já não tenho o meu pai no Natal. Nunca tive medo de ficar sozinha no mundo, mas ultimamente esse fantasma assombra-me frequentemente. Sempre tive quem olhasse por mim e agora, sou eu a olhar pelos meus filhos. Sou eu a pessoa crescida que nunca pensei que pudesse vir a ser. Aos 39 anos penso que cheguei à idade adulta.

Tenho saudades de ser mais leve. A responsabilidade pesa.

Hoje estou assim. Uma gata nostalgica.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Sim sim ...oh siiiimm

No sábado foi dia de vôo da nossa companhia. Era suposto o vôo sair às 23h15, mas atrasou.
Mesmo assim , o check inn era para começar às 10h00.
A minha colega estava aqui sozinha e viu-se a braços para lidar com a situação de ter que informar os passageiros que o vôo estava atrasado.
Estava tudo à espera do meu chefe para abrir o check inn (ele é o chefe de escala) e ele ...nada.
Ela, já furiosa, liga-lhe:

- Chefe, está todo o mundo esperando por você para abrir o check inn, e o vôo tá atrasado ( É brazuca , ela)
Do outro lado, gemidos e uma respiração ofegante:

- Ahhh sim oh siiim... obrigada por ter ligado. Ahhh diga que podem iniciar o check in..Oh sim sim..


Inacreditável não é?

O gajo estava em pleno acto com a hungara quando a minha colega ligou!

A pobre ligou-me a contar o sucedido.

- Meu Deus do céu- dizia ela -Como é que eu vou olhar agora pra cara dele, Meu Deus?! Essa mulher é poderosa. Olha! Que do jeito que ele gemia, ele não vai largar dela tão cedo! Minha Nossa! Eles deviam tar no meio do maior fuck e ele me atende o telefone?!

Enfim...

What can I say more?