terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A MATTER OF FEELING




Desde sempre que tenho pressentimentos de sentimentos.
Eu explico. Chegam-me sob a forma de sonho. Um sonho onde tenho sensações muito vivas.  Como num filme. Durante noites seguidas vejo factos acontecerem numa sequência lógica. Se acordo quando está acontecer algo que é interrompido  quando volto a adormecer o sonho começa de novo nesse acontecimento inacabado.
E as sensações sucedem-se. Geralmente acontece durante uma semana. Uma semana em que antes de adormecer rezo para voltar à sequência do filme. De dia não  me lembro de factos, apenas sinto o que senti. E ando nas nuvens.

A primeira vez que me aconteceu foi numa viagem de estudo. A viagem durou 15 dias. De autocarro de norte a sul do país. E cada vez que adormecia....lá estava a continuação do sonho. Cheguei a falar com uma amiga acerca do assunto. Mas não ligou. Cheguei a pensar que vivia uma vida paralela à minha quando adormecia.

Passados meses, numa noite  quente de verão em que nem uma brisa corria, estava na praia, com um grande amor de verão ( que morreu na areia) senti o que havia sonhado e lembrei -me  dos sonhos. As sensações eram as mesmas.

Já voltou a acontecer. Mas aí já estava preparada e serviu para me deixar ansiosa à espera. E aconteceu sempre. A mesma intensidade dos sonhos. Não tem a ver com o valor que a relação vai ter. Tem a ver com a intensidade.

E é algo que não controlo.

O meu grande amor apareceu sem aviso.

As outras foram só mesmo isso. Paixão.