domingo, 9 de novembro de 2014

ÔLHA !

Há alguns anos atrás eu tinha um tio algo peculiar.


Sempre o conheci esquisito. Mas quem sou eu para falar de esquisitices? :-) Pobre  homem...um dia ainda conto aqui o que lhe fiz quando tinha apenas 2 anos.


Digamos que o Ti Jaquim era a pessoa que eu e o meu irmão usávamos quando queríamos que  o outro visualizasse algo nojento,  quando nos queríamos enojar um ao outro. Ex; " lesmas, caracóis, o tio a comer"...Coisa para provocar  repetidas regurgitações no outro.


A pobre criatura comia de boca aberta. Via-se todo o bolo alimentar na sua boca desdentada. Lambia os beiços com aquela lingua grossa de ancião ..arghhhh vómito.


A estória seguinte aconteceu numas férias de verão  na bela vila de Colos, a mais ou menos 30 km de Vila Nova de Mil Fontes.


O  Ti Jaquim vivia com a nossa avó, velha reguila de sangue ruim (citação da população da aldeia), sangue este que me corre nas veias, para meu grande orgulho.   Eu "dormia" no sofá da sala, com ela,  que ressonava a noite  toda.  O meu irmão num quarto com duas  camas separadas por uma cortina, em que numa dormia o meu tio.


O pobre velho sofria de uma disfunção urinaria e o seu adormecer era um pequeno inferno que abrangia as redondezas.  E as redondezas neste caso, chegavam ao outro lado da cortina, onde o meu irmão rugia de raiva do velho. Uma noite,  já farto uivava a jovem criatura;


- Épa deite -se! Foda -se o cabrão do velho que não dorme.


E o Ti Jaquim pegava no penico e mijava e deitava-se e  levantava se de novo para mijar.


Ninguém aguenta!

- Ai a minha vida ai! Filho da puta  do velho - Gemia o meu irmão


Isto durou, durou...


Às tantas o puto  já virado do avesso solta um sonoro gás que o Ti Jaquim, apesar, de um pouco surdo, consegue ouvir - E eis que o pobre velho, com as ceroulas presas numa  mão,  costas arqueadas, enquanto com a outra tentava enfiar o penico cheio da sua ultima proeza urinária debaixo da cama, pára de repente e com ar surpreso exclama : "Ôlha"

"Ôlha" pronto! Como quem diz " já um homem não tem tento no próprio cu"

A questão que se põe é: terá o Ti Jaquim, pensado que o gás sonoro saíra de dentro de si?

Ficou, então até hoje esta expressão de surpresa neste mesmo tom, quando algo insperado nos acontece: "Ôlha!"

domingo, 25 de maio de 2014

ELES ANDAM MESMO AÍ...

Sempre ouvi dizer e senti que muitas vezes avaliamos as pessoas a partir do que nós somos. E é verdade porque se pensarmos bem, se achamos que alguém seria capaz de ter determinada atitude é porque, provavelmente nós poderíamos te-la.
Enfim, isto para dizer que, para mim, existiam coisas básicas que qualquer pessoa por muito básica que fosse, deveria ter conhecimento. Deveria...pois...

Vi-me obrigada, por força das circunstâncias ( Passos Coelho cabrão filho da puta, pai da minha filha caloteiro-que-deixou-de-me-pagar-pensão-de-alimentos, falta de clientes, impostos, etc), a partilhar a minha casa com uma rapariga. Era gira, professora de matemática, enfim, achava eu que seria um clássico;  Uma pessoa com uma inteligência lógica. Diferente de mim que sou uma naba em tudo o que seja números. Na realidade sou muito burra em tudo o que seja triângulos, raízes quadradas, estatísticas...Sou mesmo o pesadelo de qualquer empresa incluindo a minha no que diz respeito a contabilidade.

Tenho medo da minha contabilista...muito medo...pavor mesmo. Tremo a cada email, a cada telefonema...

Bem...continuando.  A miúda, trinta e poucos anos, pareceu-me muito fixe. No inicio as coisas correram bem. Havia muito tempo que não tinha assim uma pessoa com quem pudesse  falar sem ser de trabalho e até gostei. Apesar de achar que a fixação dela pela casa dos segredos era algo anormal. Só falava daquilo, estava sempre a puxar o assunto. Mas enfim. Eu também gosto de novelas brasileiras. Embora, não as comente como se fosse vida real...Cada um com a sua.
As coisas correram normalmente até ao inicio de 2013. Ou melhor...até a vaca da Merkel visitar Portugal.

Quando a puta da Merkel visitou Portugal estávamos eu e a miúda  a ver televisão, quando comento:

- Olha -me esta vaca dum cabrão, grandessíssima puta saída dos infernos!


Responde ela:

- Pois, o pessoal ta todo lixado com ela no facebook.

Eu

- Pudera, uma puta destas!

Ela
- Vem cá cantar não é?

Olhei-a pelo canto do olho, assim tipo...sem saber o que dizer e a pensar " ouvi mal de  certeza"..silencio...

Quando finalmente a Merkel aparece a sair do carro, ela faz  a pergunta que eu temia...

- Quem é a Merkel ?

Juro que senti qualquer coisa como uma tontura!

E sim, não lhe perguntei se  estava a brincar. É que ela olhava para mim com um ar super serio. E vi-lhe como nos desenhos animados uma espécie de ponto de interrogação por cima da cabeça. ELA REALMENTE  NÃO SABIA QUEM ERA A MERKEL!!!! 

A partir desse momento passei a observa -la como um case study. 

Não demorou muito até que soltasse outra pérola.

Um dia estava ela no sofá a ver a casa dos segredos quando me pergunta:

- Olha, o que é " recessão" ouvi agora aqui na casa dos segredos
FONIX!!!!

Quando o  Gaspar se demitiu, comentei com ela e eis que  sai mais uma bujarda:

 - Quem é o Gaspar?

Ah poize!!!  A coisa não parava. A miúda era um poço de surpresas. Uma atrás da outra!!!

Mas para mim, a melhor ( equiparada  à da Merkel), foi mesmo um dia que fomos à praia. Estávamos deitadas da areia de barriga para cima, e tínhamos a clássica conversa de " o que farias se te saísse o euromilhões". A minha resposta foi " gostava de criar emprego. Como o Belmiro de Azevedo. Mas pagava melhor."  Fez-se silencio. Um silencio que eu já conhecia... E juro! Juro que esperei, mas achei que...talvez não perguntasse... Mas perguntou:

- Quem é o Belmiro de Azevedo? 

SIIIIMMMM!!! ELA NÃO SABIA QUEM ERA O BELMIRO DE AZEVEDO!!!!

As coisas entre nós não acabaram nada bem e ela acabou por sair de casa passado exactamente um ano. Era boa miúda, muito boa professora de matemática, há que dizê-lo, mas com uma forma de pensar algo...estranha. E foi precisamente por isso que teve atitudes que não são normais em pessoas normais e que teve que se ir embora. O que me leva a uma outra questão: O que é na verdade a normalidade das coisas?

É normal alguém que andou 5 anos numa universidade não saber quem é a Merkel, quem é o cabrão do ministro das finanças que a andava a foder a ela e a todos nós? É normal viver em Portugal, ser português e não saber quem é o Belmiro de Azevedo? Fonix! É normal não saber que os funcionários públicos de qualquer país são pagos pelos impostos de todo um país incluindo os deles próprios? Por isso é que se chamam FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS!!!! SIIIIMM ELA CONTINUA A ACHAR QUE NÃO É ASSIM! E insiste que eles produzem coisas...."mas que coisas?" perguntei eu. Exportam rolhas? Oh meus deuses!

Oiçam....ONDE? ONDE deixou ela a nave?

Sim. Foi assim que tive a certeza que os extra terrestres existem.